3.20.2008

Anarquia & Alegria

Bem, quem nunca ouviu ou participou de uma discussão que não acabasse em um embate sem embasamento teórico algum sobre capitalismo x comunismo, pobreza e riqueza, desigualdade e toda essa baboseira aí?
É claro que toda essa baboseira é importantíssima para a construção de uma mentalidade politizada, eu sei. Todas essas propostas ideológicas tem seus milhões de seguidores dispostos a lutar se necessário por elas, porém fico aqui matutando se toda essa idealização para um futuro longíquo não acaba fazendo o mais cruel? Idéias que seduzem pessoas e privam elas de viverem o agora de forma mais plena, e não somente estas idéias mas toda uma variedade de dogmas de nossa sociedade, obrigações chatíssimas, pressões vindas de todas as partes que involuntariamente foram sendo incorporadas por nós mesmos para manter a ordem vigente.
Dentro desso contexto, muitas vezes nos esquecemos que a nossa utopia, o tão sonhado paraíso na terra é realidade e completamente palpável para nós. Esses momentos de liberdade plena, aonde não há preocupações e o prazer impera são encontrados de pessoa para pessoa nas mais diversas atividades, mas quase sempre têm em comum o fato de estar partilhando de um ótimo momento com ótimas pessoas. Isto é anarquia pura, isto é liberdade.

Tentar elaborar um mundo 1oo% anárquico é nobre e desejável, mas ficar preso a isso é burrice quando a maioria das pessoas pode se quiser experimentar a anarquia no aqui e agora, com as pessoas que amamos.
Não sei se faz sentido para vocês
Pelo menos para mim faz.

2 comentários:

André disse...

ento aqui, mais li o da utopia.
e concordei com a frase entre aspas no final.

façamos as açoes paupaveis.
pq esse lance de pseudo-proto-niilismo tá out.
ideias e açoes estão in.

né?

bjs miguxa.

Plotter disse...

Hello. This post is likeable, and your blog is very interesting, congratulations :-). I will add in my blogroll =). If possible gives a last there on my blog, it is about the Plotter, I hope you enjoy. The address is http://plotter-brasil.blogspot.com. A hug.