5.24.2009

Frestas

O que nos tornamos?

Houve um tempo em que
não precisávamos de sentido
simplesmente éramos,
nada buscavamos ser

Por que isto se perdeu?
Olhem para mim,
buscando um porque...

Talvez esta seja nossa sina,
procurar eternamente uma porta
ao passado

Mas achar apenas frestas
através de paredes espessas

Frestas estas que ludibriam
com a inocência do que foi
e torturam com a realidade do que é

3 comentários:

JollyRoger disse...

dance monkeys, dance

Bruno Solís disse...

lindo isso cara

Anônimo disse...

"A lenha do clichê enfastiga o teu caminho, causa mau cheiro e dá vontade de vomitar"